facebook_pixel

O maraca no quintal de casa.


Quando pensamos em Maracanã, lembramos logo do grande estádio brasileiro, palco de grandes eventos e histórico para o futebol.

O estádio é localizado no bairro Maracanã, um dos principais bairros para se morar no Rio de Janeiro, pertencente à região da Grande Tijuca.

Bairro residencial, vasto comércio, muito bem localizado, fácil acesso aos demais bairros da cidade, ampla malha de transportes públicos (conta com muitas linhas de ônibus, estação de metrô e de trem), essas são algumas das principais características do Maracanã.

O bairro pode ser considerado campeão no quesito mobilidade urbana. Muito próximo do Centro e com ótimas opções de transportes para qualquer região do Rio de Janeiro. 

Além disso, conta com muitas linhas de ônibus, além de estações de metrô e de trem.

O bairro do Maracanã faz divisa com Praça da Bandeira, Tijuca, Vila Isabel e Mangueira. E é um dos poucos bairros cariocas que não possuem favelas e possuem alto IDH.

É totalmente urbanizado, com ruas asfaltadas e arborizado, apesar de ser um dos bairros mais quentes no verão carioca.

Outro problema do bairro no verão é derivado das recorrentes enchentes do rio causadas pelas chuvas fortes, mas, há anos, o rio Maracanã sofre diversas melhorias e obras para evitar. Esse problema, no entanto, diminui a cada verão.

O bairro se destaca por ser localização de grandes centros educacionais: universidades, institutos federais e escolas. 

Alguns exemplos são:, a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (CEFET/RJ), Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ), Escola Técnica Estadual Ferreira Viana (FAETEC), Colégio Militar do Rio de Janeiro, Colégio Pedro II e Universidade Veiga de Almeida.

Além disso, também é no Maracanã que se localizam algumas unidades de grandes empresas brasileiras, como da Petrobras e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O bairro também sempre se destacou por sua importância esportiva para a cidade. Na metade do século XIX, foram ali que surgiram as primeiras sociedades turfísticas do Rio de Janeiro, onde ocorriam corridas de cavalos.

E, a partir dos anos 1950, se tornou palco do futebol mundial, com o estádio Jornalista Mário Filho, ou o famoso Maracanã (“Maraca”).

A construção se deu a partir do aceite da candidatura brasileira para sediar a Copa do Mundo de 1950, o primeiro campeonato mundial do futebol pós II Guerra Mundial.

A obra começou em 1948 e levou quase dois anos para ser concluída, se tornando, portanto, o maior estádio do mundo na época, com capacidade para 155 mil pessoas.

O complexo do estádio do Maracanã é formado, para além do estádio, pelo ginásio do Maracanãzinho, Parque Aquático Júlio Delamare e pelo Estádio de Atletismo Célio de Barros. Todos recebem campeonatos importantes de diversos esportes, como foi o caso dos Jogos Pan-Americanos em 2007.

O Estádio do Maracanã, além dos jogos de futebol, também foi palco de grandes shows de artistas e eventos internacionais. Se apresentaram por lá, com público de mais de 100 mil pessoas, nomes reconhecidos, como Madonna, Paul McCartney, Frank Sinatra, Rolling Stones e outros. O Rock In Rio de 1991 também ocorreu lá.

Após as recentes obras de modernização, com a sede da Copa do Mundo de 2014, a capacidade do estádio foi reduzida para quase 79 mil pessoas, sendo, atualmente, o maior estádio do Brasil. 

Como você pôde acompanhar aqui. não é só de futebol que vem o prestígio do bairro Maracanã.

Desde muito antes da oficialização do bairro, a região é marcada por momentos históricos importantes e por abrigar em seu território importantes instituições, empresas, escolas e universidades.

Um bairro que surgiu nas fronteiras de um grande rio, Rio Maracanã, que foi responsável por abastecer grande parte da região da Grande Tijuca no século XIX, antes de ser poluído.

Com certeza, essa é uma ótima opção para quem deseja morar no Rio de Janeiro com maior qualidade de vida.

Casa de Vila à venda